Gostamos do novo. Estamos sempre em movimento.
Somos uma empresa única.

Arquitetas criam ambiente externo voltado à reflexão

Data:

Arquitetas criam ambiente externo voltado à reflexão

Área externa de 195 metros quadrados ganha requinte sem perder a conexão com o natural

Relaxar e refletir, com conforto e requinte ao ar livre, é o conceito do Quintal dos Espelhos apresentado pelas arquitetas Fernanda Fontoura e Tais Fagundes, da Modi Arquitetura e Interiores, e Iris Pasisnic, do escritório Iris Pasisnic Arquitetura, na Casa Cor Rio Grande do Sul 2018. O ambiente com 195 metros quadrados conta com vários recantos – e encantos. A natureza está em toda parte. Tanto na vegetação exuberante quanto nos materiais utilizados, incluindo a mobília e as obras de arte. O espaço dinâmico permite desfrutar de uma piscina revestida com rocha vulcânica, de um spa e de um conjunto de lareiras em qualquer estação do ano e a qualquer hora do dia. O lúdico também está presente na decoração.

“Queríamos construir um conceito que fosse além de um belo projeto de paisagismo. Então, recriamos um ambiente externo aconchegante, que é a extensão da casa. Um verdadeiro refúgio da vida agitada que temos”, explica Tais. No Quintal dos Espelhos, os frequentadores podem se sentar – ou se embalar - à sombra para ler, ouvir música, conversar ou, simplesmente, não fazer nada, apenas contemplar e refletir. Os espelhos estão por todos os lados, estimulando novos olhares. Retratam e revelam diversas imagens, de diferentes ângulos. “Assim como a vida, o que determina o que enxergamos não é o objeto em si, mas os movimentos do seu observador. Queríamos criar uma atmosfera que permitisse olhar para fora e para dentro de nós”, esclarece Fernanda.

Em cada detalhe, a natureza deixa sua marca, como nas pedras vulcânicas do piso e da piscina, no mármore e no quartzo das lareiras, na madeira de Garapeira do deck e do pergolado e na vegetação madura presente no coração do ambiente. E, ainda, nas obras dos artistas plásticos, selecionados pelo curador Cézar Prestes. Kevin Koubik, que transita entre galerias e street arte, criou um mural que dialoga com o espaço e reproduz fragmentos de espécies da flora e da fauna do local. Formado em Artes Visuais, o jovem artista já tem sua assinatura em diversas residências pelo mundo. Além da pintura, o Quintal do Espelhos também é embelezado pela “Visão”, uma escultura produzida em mármore corteccia por Hidalgo Adams, e pela instalação “Flora em Linha” de Rogério Pessoa. Suas peças são criadas com cerâmica e ferro e seguem uma vocação orgânica.

“Procuramos desenvolver um espaço que, além de esteticamente agradável, também tivesse alma. Fosse vivo. Por isso, investimos em materiais, em sua grande maioria, naturais. Só assim, o projeto faria sentido”, detalha a arquiteta Iris Pasisnic. Água, Terra, fogo e ar. Todos os elementos da natureza estão integrados. Até mesmo um lago ecológico compõe o ambiente.

O mobiliário contribui para o aconchego. Destacam-se as poltronas Mykonos, assinada pelo designer Marcio Cecílio. O ninho João de Barro, como o próprio nome diz, remete à habitação do pássaro construtor. Assinada pelo designer italiano Marco Rocco, perfeito para o relaxamento e acolhimento com conforto e intimismo.