Gostamos do novo. Estamos sempre em movimento.
Somos uma empresa única.

Reserva da Votorantim é finalista de Prêmio

Data:

Cliente:
Votorantim Metais

Créditos:
Foto: Luciano Candisani

Reserva da Votorantim é finalista de Prêmio

​Legado das Águas, a maior área particular de Mata Atlântica no país, é finalista na segunda edição do Prêmio Nacional de Biodiversidade, instituído pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA).

Legado das Águas, a maior área particular de Mata Atlântica no país, é finalista na segunda edição do Prêmio Nacional de Biodiversidade, instituído pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA). A reserva concorre com outros 16 trabalhos ao prêmio especial Júri Popular, o vencedor será eleito por meio de votação eletrônica.

A cerimônia de entrega ocorrerá em Brasília, em 22 de maio, data em que se comemora o Dia Internacional da Biodiversidade. A premiação tem como finalidade reconhecer ações que se destacam pela conservação das espécies da fauna e da flora brasileira.

Conheça o Legado das Águas

A Reserva está localizada na região do Vale da Ribeira, entre os municípios de Juquiá, Miracatu e Tapiraí, no Sul do Estado de São Paulo. São cerca de 31 mil hectares, extensão equivalente à cidade de Curitiba, que abrigam mais de 280 espécies de árvores, 150 tipos de orquídeas, além de onças pardas, antas e o macaco muriqui-do-sul.

Em 2012, a reserva foi oficialmente reconhecida pelo Governo do Estado de São Paulo como Legado das Águas - Reserva Votorantim. Porém, a proteção das florestas se iniciou há mais de 50 anos, quando Antonio Ermírio de Moraes assumiu a CBA (Companhia Brasileira de Alumínio). Ao perceber a necessidade de produzir a própria energia elétrica, Moraes tomou uma atitude de vanguarda para época: construir e manter as próprias usinas hidrelétricas e preservar a bacia hidrográfica com suas matas.

As propriedades ao redor foram compradas pela Votorantim S. A, o que contribuiu para a conservação da Mata Atlântica. Com varia árvores de mais de 200 anos, grande parte do território do Legado permanece intacto, sem ação humana. Atualmente, resta menos de 10% da Mata Atlântica nativa no mundo.

A empresa desenvolveu um modelo de área privada protegida inovador, que une benefícios sociais, econômicos e ambientais. No ano passado, o Grupo conseguiu um financiamento de R$ 43 milhões do BNDES. Os recursos possibilitarão a restauração de áreas ao redor do Legado das Águas com espécies nativas em 810 hectares, também serão contempladas pesquisas científicas sobre a flora a fauna em parceria com universidades, além de criar infraestrutura para visitação. Para se manter viável economicamente, a reserva receberá turismo científico e produzirá mudas para reflorestamento. Essas atividades contribuirão para a cadeia produtiva da região e na geração de empregos para as comunidades que vive no entorno da reserva.

Projetos integrados

As parcerias firmadas entre a Votorantim e instituições permitem a realização de pesquisas cientifícas para mapear a biodiversidade do Legado. Além da identificação das onças pardas, há uma grande expectativa que exista ainda a pintada.

A Reserva Votorantim também é o habitat do maior primata não humano das Américas, o muriqui-do-sul. Os macacos muriquis, que correm risco de extinção, são dispersores de sementes de espécies de mata em estágio avançado. A presença desses animais aponta uma boa qualidade ambiental.

A partir do segundo semestre de 2017, o Legado das Águas estará aberto para o público em geral. Os visitantes poderão fazer trilhas, observação de aves, atividades aquáticas no Rio Juquiá, como passeio de caiaques, barco ou stand up paddle.